João Dalzoto divulga “Aí que nego chora”

O cantor João Dalzoto acaba de lançar a canção  “Aí que nego chora”, autoria de Gabriel Vittor, Jota Lennon e Rodolfo Alessi. A faixa foi produzida por Eduardo Godoy, no Estúdio Bless, em Londrina/PR.

O cantor estreou como artista solo recentemente, quando lançou o videoclipe “Dança dos Vagalumes”. A canção ganhou destaque na internet, ultrapassando a importante marca de 800 mil acessos no YouTube (assista aqui).

A opção por gravar músicas românticas, de letras bem elaboradas e com arranjos de viola – preservando o sertanejo tradicional – chamou a atenção do mercado. Outro destaque é a voz grave e marcante. Com tudo isso, o pouco tempo de estrada foi o suficiente para João Dalzoto, atualmente, aparecer entre as promessas da classe “bruta” na música sertaneja.

Confira “Aí que nego chora”:

Ouça nas plataformas digitais:

https://onerpm.lnk.to/joao-dalzoto

 




Baixar Música
leia mais

João Lucas e Walter Filho lançam EP “Acústico” pela MM Music

A dupla João Lucas e Walter Filho acaba de disponibilizar, através das plataformas digitais, a primeira parte do álbum “Acústico”. No formato EP, o material reúne cinco faixas. O lançamento acontece pela MM Music, maior gravadora independente do Brasil.

O grande destaque do “Acústico, Vol.1” é a faixa “Tentando te esquecer”, também disponível no YouTube com videoclipe. Gravado em Campo Grande/MS, o álbum contou com a direção de vídeo de Augusto Mello (AML Films).

Grandes representantes da nova geração de violeiros, João Lucas e Walter Filho destacam-se não apenas por manter o sertanejo tradicional – com arranjos que remetem ao movimento caipira – mas também por assinarem três entre as cinco faixas do “Acústico Vol.1”: “Era pra ser eu”, “O remédio é beber” e “Violeiro cachorro magro”.

Ouça nas plataformas: https://song.link/y/RHnP9bEL8Wk

Ficha técnica

Artista: João Lucas e Walter Filho

Álbum: EP 1

Ano: 2019

Gravadora: MM Music

1 – Tentando te esquecer

Intérpretes: João Lucas e Walter Filho

Autores: Jotta Lennon, Gabriel Vittor, Rodolfo Alessi e Fabinho Rojas

2 – Modão Derramado

Intérpretes: João Lucas e Walter Filho

Autores: Kenyo Alves, Ana Nery e Tom Baratella

3 – O remédio é beber

Intérpretes: João Lucas e Walter Filho

Autores: João Lucas e João Carreiro

4 – Era pra ser eu

Intérpretes: João Lucas e Walter Filho

Autores: Walter Filho e Loubet

5 – Violeiro cachorro magro

Intérpretes: João Lucas e Walter Filho

Autores: Walter Filho, Loubet, Passo Preto, Clack e João Carreiro




leia mais

Fernanda Costa lança “Foi Mal” em todas as plataformas digitais e YouTube.

A cantora Fernanda Costa acaba de lançar uma nova música de trabalho. Trata-se da inédita “Foi Mal”, extraída do projeto “Pocket In House”, com produção de Claudinho Caffe e direção de vídeo de Itabagi.

A romântica canção é uma autoria de Ivan Medeiros, Elvis Elan, Igor Soares e Arthuzin. Mesmo antes do lançamento oficial, a faixa era muito aguardada pelos fãs após ter sido incluída como tema do casal Durval e Cláudia, na novela “As Aventuras de Poliana”, do SBT.

A espera acabou. Agora o público poderá ouvir e assistir na íntegra o novo sucesso de Fernanda Costa. Feliz com o resultado, a cantora afirma:

“A música relata um amor que começa pequeno, cheio de medos e se torna forte e intenso, capaz de romper planos e combinados, dando lugar a um grande amor”.

“Foi Mal” está disponível no canal da cantora no YouTube e em todas as plataformas para download e streaming.




leia mais

Paulo e Nathan estreiam como cast da Sony Music com o EP “Ao Vivo em Goiânia Vol 1”

Natural de Uberaba, Minas Gerais, Paulo e Nathan vêm se destacando na cena sertaneja com uma sonoridade que traz influências do Rock. A dupla assinou, recentemente, com a Sony Music para estrear o primeiro trabalho da carreira. Eles lançaram o primeiro EP do projeto “Ao Vivo em Goiânia”, registrado em junho passado.

Com o apoio da gravadora, eles lançam o EP “Ao Vivo em Goiânia Vol 1”, com cinco faixas de tom romântico e sofrido. “Sã Consciência” conta a história do fim das esperanças de um homem que vê a ex beijando outro e, segundo conta a dupla, a canção sofreu mudanças durante o processo de gravação: “o refrão vinha antes e o meio da música era o refrão. A gente tinha gostado, mas faltava algo. Na hora que invertemos, ficou fantástica”, revelam. A romântica “Síndico” tem inspiração direta na dupla Bruno e Marrone, uma das referências de Paulo e Nathan – a faixa faz alusão ao sucesso “Choram as Rosas”, inclusive na letra.

Posto de Gasolina” brinca com o preço do combustível: “a saudade que eu sinto de você tá igual ao preço da gasolina. Só aumenta, ninguém aguenta”, diz a letra. Já a sofrida “Cangibrina” foi um presente de amigos da dupla: “fizemos questão de selecionar essa música como repertório porque quando dois amigos nossos nos mostraram, foi de arrepiar”. O discurso romântico e arrependido de “Se Eu Piscar” foi o que fez a dupla selecionar a canção como parte do repertório do primeiro trabalho.

A gente teve um trabalho muito grande e demoramos quase três meses para selecionar as músicas do repertório do nosso DVD. Escolhemos a dedo, escutamos mais de 400 canções. Nesse momento para o EP, assim como em todo o resto do ´Ao Vivo em Goiânia´, são músicas que acreditamos que a galera vai gostar muito”, completa a dupla.

Sobre a dupla

Paulo, de 27 anos, e Nathan, de 30, são de Uberaba, Minas Gerais, e formaram a dupla em 2014. Com influências diversas que vão do Rock internacional de nomes como Nickelback ao sertanejo de duplas como Bruno & Marrone e Marcos & Belutti, Paulo começou a destacar-se por seu talento instrumental e voz capaz de passear entre estilos musicais distintos. Em 2013 participou do The Voice Brasil e integrou o time do cantor Lulu Santos. Já Nathan, apesar de sempre ter afinidade com a música, trabalhou até os 25 anos em outro ramo, até que, em uma noite, sem pretensão, chamou o primo para cantar em um churrasco entre amigos. Foi nessa época que chamou Paulo para tocar violão. Juntos, os três tocaram duas vezes em um bar, onde Paulo acabou cantando algumas músicas. O dono do estabelecimento decretou: Paulo e Nathan só voltariam ao lugar como dupla, tamanha a química musical entre os dois.

O ano era 2014 e, desde então, a dupla virou uma realidade. Com um estilo mash up, misturando ao sertanejo, além do rock, o reggae, o axé e outros ritmos, eles vêm conquistando um público fiel em shows no eixo Minas – Goiás. Em junho de 2018, já aliados a um time de empresários de peso da cena sertaneja, registraram o primeiro trabalho ao vivo e escolheram Goiânia como palco, pela acolhida. Em uma noite intimista, mostrando todo seu potencial, gravaram o DVD com um repertório selecionado a dedo, que demonstra sua verdade musical e mostra um diferencial: “acho que uma coisa interessante na nossa dupla é o timbre de voz do Paulo. Você não consegue imaginar o timbre de voz dele cantando sertanejo. Acho que é muito difícil e a gente conseguiu fazer isso, que é muito diferente. De todas as duplas, não em questão sonora, de você escutar o instrumental, mas em questão de voz, acho que nós somos a dupla que mais tem esse contraste, do Rock unido ao sertanejo”, explica Nathan.

Com o diferencial de unir vozes e estilos distintos, Paulo e Nathan agora encaram uma nova fase, sob a chancela da Sony Music. O trabalho continua e a dupla está pronta para mostrar que pisou no cenário musical como realidade desde o primeiro passo.




leia mais
Siga no Instagram @alinemoraisdivulgacoes
[Aline Morais]

Casada, mãe de três filhas e apaixonada pelo que faz! Há mais de 10 anos atua no mercado musical sertanejo como blogueira e influenciadora digital, auxiliando artistas e empresários em lançamentos e projetos específicos com muita responsabilidade, dedicação, credibilidade e serenidade.

x